pulsando

Seguidores

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O CARCEREIRO DE PASSARINHOS


A mata repleta de passarinhos, entoava canções que
chamavam a atenção dos meninos, e dos adultos, também.
Cada qual mais lindo do que o outro.
Os danadinhos cantavam pra valer ! E até um bom dinheiro os
bichinhos valiam.
Pela ausência de outras distrações, era moda, aqui no sul do
País, a "caçada de gaiolas".
ia-se mata a dentro, com os alçapões, gaiolas reservas, chamas
para atrair os bichinhos, e comida de passarinhos.
Era uma festa maravilhosa !
A chegada do passarinho, à borda do alçapão, seguida do salto para
o poleiro desarmar, causava uma subida de adrenalina tão grande,
que o coração chegava a disparar.
Veio a legislação proibitiva. Os passarinhos são propriedades da
nação, reza a Constituição, e caça-los, é crime inafiançavel.
Acabou a festa.
Contar estas histórias para um menino de hoje, não tem graça nenhuma.
Iria me chamar de idiota ou retardado social.
Felizmente, acabou a maldade.
Prenderam o carcereiro !

Nenhum comentário:

Postar um comentário