pulsando

Seguidores

domingo, 1 de julho de 2012

Poema: TEUS PÉS

 Ouço doces poemas, dedicados às mãos.
Ao coração, depositário fiel dos sentimentos,
são depoimentos, transformados em paixão.
Aos olhos, sempre belos, se desmancham os
poetas,  em lágrimas e versos.
A bela mulher, é reverenciada e como rainha,
merecidamente, tratada.
Agora, olho os teus pés...
Sustentando  esse lindo  corpo, caminham
obedientes,  sobre as rosas e espinhos.
Pés que levam e trazem essa beleza da vida
como a rosa colorida, em cada botão uma
oferenda de paixão.
Desprovidos de vaidades, nenhuma jóia
carregam, pois a  formosura  reside  na forma
deslumbrante de  andar.
Quando te vejo passar, apressada ou devagar,
fico logo a imaginar, o esforço dos teus lindos
pés, ao teu corpo carregar.
Queria  o sofrimento aliviar, quem sabe no colo
te levar.
Pavimentar os teus caminhos, com a suavidade
das nuvens do céu, e na umidade do orvalho, teu
corpo banhar.
E, assim, te reverenciar, ao beijar os teus divinos
pés, num gesto de submissão, recadeiro desta
doce  paixão !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido leitor...seu comentário é muito importante para mim. Obrigado.