pulsando

Seguidores

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Conto poético: DECLARAÇÃO DE AMOR





O homem para diante do seu amor.
Tem na mente um desabafo.
Olha em sua face, pretendendo declarar o seu
grande sentimento.
O  rosto, empalidecido pela forte emoção,
denuncia a angústia armazenada no coração.
Seus  olhos estão mareados, mãos trêmulas
e frias.
A sua frente, uma mulher repleta de ternura,
acaricia o seu rosto, igualmente emocionada.
Abraçam-se. Duas almas apaixonadas.
Trocam sussurros, incompreensíveis.
As incontidas lágrimas, rolam pelas faces,
molhando  os amantes.
Os corpos tremem, os lábios não pronunciam,
apenas denunciam, por expressão, os mais
lindos ensaios de uma grande paixão.
Somente os olhos usam da palavra, e dizem
tudo o que é necessário, o que é belo, e  o
que os dois corações queriam dizer, naquele
sagrado e sublime momento.
Entrelaçados, os corpos se aquecem, as
lágrimas se estancam, mas os lábios não falam,
beijam-se loucamente, sob o som ofegante
da descontrolada respiração, e os olhos, agora, 
cerrados...
Só há tempo para o amor...

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gracita, minha prezada amiga !
      Como é bom te ver respirar, novamente, os
      ares frescos da vida.
      Fico feliz, por isto, e por tua importante presença
      neste Blog, que já se torna "indispensável".
      Muito agradecido por tudo.
      Um beijo na tua alma.
      Sinval.

      Excluir
  2. Olá Sinval!
    Linda declaração!
    Só o Amor carrega essa magia e essa doçura, e você consegue descrever isso com grande maestria!
    Parabéns!
    Abraço!
    Li Barbosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Li Barbosa !
      Muito obrigado, pela generosa mensagem.
      Deixou-me muito feliz.
      O amor é um sentimento mágico...
      Volte sempre, por favor.
      Um carinhoso abraço.
      Sinval.

      Excluir
  3. Olá, Sinval!

    Bonita descrição de um momento de amor intenso; repassada de emoção, sensibilidade e bom gosto.
    Lindo poema!

    Um abraço; bom fim de semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  4. Olá, Vitor Chuvas !
    Que surpresa agradável, esta honrosa
    visita, e que muito me estimula.
    Muito agradecido.
    Um abraço fraternal.
    Sinval.

    ResponderExcluir

Querido leitor...seu comentário é muito importante para mim. Obrigado.