pulsando

Seguidores

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Poema: A ZEBRA SEM LISTRAS

                                          
 
Um povo equivocado, redondamente enganado.
Posso compreender a incompreensão, pois aqui
se troca  instrução, saúde e segurança, por futebol.
A moeda forte,  é  a corrupção.
Quanto mais obras, sem licitação, melhor para o
descarado ladrão.
E são muitos os  quadrilheiros perigosos,
debochando até da justiça.
Arrastam-se os processos,  e quando julgados, 
alguns julgadores  parecem estar ao seu lado,
deixando perplexa a  Nação.
É homem branco, de capa preta, parecendo uma
zebra, mas sem listras.
Briga com o "Leão Negro ",  lembrando uma fábula. 
Rebusca  argumentos , no fundo do porão, para
inocentar o ladrão.
Parece comprometido com quem a indumentária,
sem nenhum mérito,  lhe presenteou.
Não merece o meu respeito, mas sinto piedade
por quem  perdeu a dignidade.
Defende ladrão, com tanta convicção, parecendo
ter vendido  a alma  e, também, o  coração.
Não sabe,  sequer, aferir o prejuízo que esta
gente criminosa, e sem escrúpulos,  causou  à  
Nação.
Está entre os bandidos,  sob a proteção da justiça.
Não tenho mais dúvidas, é uma zebra sem listras.
 

18 comentários:

  1. O nosso mundo está cheio destas zebras.
    Perderam a dignidade e o sentido de justiça.
    Há destas figuras em todos os estados e povos.
    Cresceram num meio sem normas nem regras. Não sabem o que é a razão. Desconhecem a fome e a dor de ter sido espoliado das suas coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, rodrigues coelho coelho !
      Lamntavelmente, tens toda razão.
      Perdeu a vergonha, quem deveria dar
      exemplo... Obrigado pela atenção,
      amigo. Um fraterno abraço.
      Sinval.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Oi, querida amiga, Ana Bailune !
      Ésta zebra, danosa, é a própria...
      Obrigado pelo regitro. Fico muito
      feliz.
      Um carinhoso abraço.
      Sinval.

      Excluir
  3. Te leí detenidamente poeta. Gracias, Dios te bendiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga, Soledad del Sol !
      Obrigado por todo este carinho,
      querida. Um fraternal abraço,
      aqui do meu Brasil.
      Sinval.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Oi, minha especial amiga,
      Guaraciaba Perides !
      Estou torcendio para que o
      "Leão Negro", devore esta
      "zebra". Muito obrigado pelo
      registro, querida.
      Sinval.

      Excluir
  5. E quantas zebras temos dessas??
    Embora parece unica.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida, Bandys !
      É verdade, temos uma manada
      enorme. Precisamos de bons
      predadores... Obrigado pela
      atenção. Um carinho fraterno.
      Sinval.

      Excluir
  6. Stranezze della natura una zebra così non è facile da vedere. La nostra cantante Mina che forse conoscerai, negli anni '60 cantava " una zebra a pois " bisogna trovarla e fotografarla e così si farà uno scatto particolare, ciao e buona settimana, Angelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, angelo battaglia !
      Muito obrigado pela presença, e
      comentário.
      Um fraterno abraço, aqui do
      Brasil.
      Sinval.

      Excluir
  7. Oláá! Tudo bem com vocÊ?


    Belíssimo post!
    Será sempre bom passar por aqui, gosto de apreciar as coisas que você escreve e seleciona com tanto cuidado.
    É um grande prazer deixar meu comentário dizendo que adorei sua postagem!

    "Um amigo é fruto de uma escolha.
    É uma opção de amor
    É a descoberta da alma irmã.
    É a consciência clara e permanente de algo sublime

    que não está na natureza das coisas perecíveis.
    É um tesouro sem preço, um gostar sem distância,
    de alguém presente em nosso caminho,
    nas horas de dúvida, de alegria, demais para ser perdido,
    importante para ser esquecido"


    - (Antoine Saint Exuperry)


    Parabéns pelo que escreve, adoro seu cantinho!

    Um grande beijo!
    Até mais
    ;**


    www.gabs-13.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida amiga, Gabi P. Deutner !
      Que prazer te receber por aqui !
      Muito agradecido por esta "chuva"
      de carinho.Fico muito feliz !
      Um fraterno abraço.
      Sinval.

      Excluir
  8. Querido vim lhe oferecer um selinho por seu maravilhoso trabalho em seu blog. Se não puder seguir as regras, sem problemas, receba-o com meu carinho.
    Fique a vontade para receber. Beijos com carinho Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida Fernanda Oliveira !
      Já estou providenciando, amiga.
      Muito agradecido por toda esta
      atenção.
      Um fraterno carinho.
      Sinval.

      Excluir
  9. Ainda bem que isso é só ficção.
    Belo poema.

    Oi?
    Hã?
    Sério?
    Não!
    No meu País?
    Isso não acontece. Não...
    Aqui não!
    Nesta terra, aqui se plantando tudo dá.
    ... plantaram a corrupção!
    ♪♫Vem, vamos embora
    Que esperar não é saber
    Quem sabe faz a hora
    Não espera acontecer♪♫
    - Assim é nosso segundo hino.
    Ah, meu Brasil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo " 5n3v35 "!
      Pois é assim. Triste realidade...
      E logo por quem deveria dar o
      repeito, e o exemplo. É o nosso
      Brasil... que pena.
      Obrigado, muito obrigado, pelo
      apoio. Um fraterno abraço.
      Sinval.

      Excluir

Querido leitor...seu comentário é muito importante para mim. Obrigado.