pulsando

Seguidores

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Conto poético: AMOR GIGANTESCO




Na área central da minha Cidade, conheci uma  bela
e simpática mulher.
Morena, da cor do amanhecer, possuía um invejável
sorriso, emoldurado  por  um rosto  divino.
Educada, delicada, e pobre. Muito pobre, e  humilde.
Chamava-se  Márcia.

Moradora de um conjunto habitacional, localizado na
periferia.
Vendedora ambulante de loterias, muitas declarações
de amor ouvia.
Era analfabeta, mas possuía perfeita compreensão
da vida.
Muitos homens compravam  seus bilhetes, apenas,
para admirar os seus lindos olhos.

Reservada, não falava da sua vida  privada.
Expulsa do centro da Cidade, pela administração
municipal, foi vender as suas loterias no município
vizinho, à porta de um banco.
Reencontrei-a  num  rodeio, vestida de  "prenda".
Estava linda !
Tratou-me com carinho, ao me reconhecer.
"Quero que o senhor conheça o meu marido, o amor

da minha vida".
falou-me com tanta ternura, que fiquei curioso para
conhecer o homem que a mereceu, como sua mulher.
Conheceram-se  na mais tenra infância, e nunca mais

se distanciaram, emocionalmente.
Ele perdeu os  pais, ainda muito jovem.
Sem irmãos,  e paraplégico, ela o assumiu,  em
casamento.
Disse-me  ser a pessoa mais feliz do mundo...

Após uma breve conversa,  despediu-se de mim, com
aquele rosto iluminado, e passou a empurrar a cadeira
de rodas, sobre um leito de estrada todo esburacado,
e  empoeirado, desaparecendo na primeira esquina.

Aumentou, a  partir daí, minha admiração por  aquela
mulher,  fazendo-me repensar  a vida, e na força
gigantesca do amor...

12 comentários:

  1. Silencio-me diante das minhas queixas... Um poema divino, de uma reflexão profunda!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida amiga, Célia Rangel !
      Conheço bem aquela família.
      Seu único filho, com 20 anos,
      faleceu em atropelamento....
      Obrigado pelo comentário, e um
      fraterno abraço.
      Sinval.

      Excluir
  2. Hola Sinval !!
    El amor todo lo ve perfecto.Parapléjico o lo que fuera, si lo amas, ya está ...
    DESEJO UNA BOA TARDE !!
    MUITA LUZ PRA VOCE :)
    BEIJOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, amiga querida,
      Maria Del Carmen Nazer !
      Perfeitamente. O amor é a
      a mais forte solução social.
      Muito agradecido pelo amável
      comentário. Uma feliz terça
      feira, e carinhoso abraço.
      Sinval.

      Excluir
  3. Crônica do real...e pode se ser.Por que não?
    A vida tem dessas coisas.Bonita história!
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida amiga, Guaraciaba Perides !
      Muito agradecido pela análise deste
      conto, que é real.
      Um carinhoso abraço, e uma feliz terça
      feira.
      Sinval.

      Excluir
  4. Belo conto. Fiquei naquela de quero mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo "5n3v35"!

      Sempre fico muito feliz, quando
      apareces por aqui. Muito obrigado.
      Pois é assim. Contei, apenas, o lado
      romântico da história. O trágico,
      não convém...
      Um fraterno abraço.
      Sinval.

      Excluir
  5. Ciao Sinval e buon 1° Maggio, Angelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo Angelo Battaglia !
      Bom mês de maio, também.
      Muito obrigado pela visita.
      Abraço fraterno.
      Sinval.

      Excluir
  6. Existem almas que se completam, para mim não existe outra explicação.

    beijos
    Joelma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida amiga, Joelma,
      "Ateliê Tribo de Judá"!
      Concordo. Não consigo encontrar
      outra explicação. Muito agradecido
      pela atenção. Um carinhoso abraço.
      Sinval.

      Excluir

Querido leitor...seu comentário é muito importante para mim. Obrigado.