pulsando

Seguidores

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Poema: SONHO DE ESPANTALHO


Condenado,  cumpro  uma  cruel missão...
Espantar  sabiá, gralha azul e  porco  do mato.
Sinto vergonha de fazer este  papel, mesmo sendo um 
espantalho.
Estou vestido de gente,  mas sem poder andar, dormir 
ou  falar.
Tenho compaixão dos  bichinhos, morrendo  de fome e 
de medo, não podendo desta roça  desfrutar.
Sou feito de palha seca, chapéu de aba larga e assustador,
parecendo uma cena de terror.
Consigo assustar a todos, menos  evitar  o  veneno que
sufoca este  lugar.
De braços abertos, no calor do sol  e  no  sereno da 
noite,  sonho em  ser, apenas,  o que pareço:  
Um  espantalho na  plantação,  um  palhaço na  vizinhança, 
uma brincadeira de  criança !
Quando passarem por mim, me olhem  com admiração.
Minh´alma é cheia de sentimentos, transbordando de 
amor, meu coração !
É assim que sonho ser.
Sinval Silveira

6 comentários:

  1. Que poesia linda.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ólá, Artur Claro !
      Fico honrado com a tua atenção.
      Uma ótima semana e muito agradecido.
      Sinval.

      Excluir
  2. Mais triste ainda é saber do excesso de venenos e pesticidas que pulverizam em nossas lavouras... Pessoas, aves e, animais adoecem por tamanha crueldade!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Amiga/Poetisa, Célia Rangel !
      Também, lamento muito, pois os venenos
      aportam em nossas mesas...
      Obrigado pela atenção.
      Uma ótima semana e um carinhoso abraço,
      aqui do Brasil.
      Sinval.

      Excluir
  3. Um espantalho com sonhos… Que ideia mais sensível, meu Amigo Sinval… Realmente espantam-se os pássaros e abusa-se dos pesticidas e de outras formas de poluição…
    Uma boa semana.
    Um beijo, daqui de Portugal.

    ResponderExcluir
  4. Querida Mestra, Graça Pires, bom dia !
    Verdade. É um horror, só visível na tragédia
    que causa...
    Muito grato pela costumeira a atenção.
    Um fraterno abraço, aqui do Brasil, e uma
    ótilma semana !
    Sinval.

    ResponderExcluir

Querido leitor...seu comentário é muito importante para mim. Obrigado.